Cotidiano

Na dor, às vezes precisamos é de um pouco de escuta

– Tempo de leitura: 2 minutos
Postagem da série: Comunicação Emp[r]ática
5 1 voto
Avalie esse texto

Acreditamos na importância de escutarmos a dor da outra pessoa, ao invés de “jogá-la pra escanteio”. Afinal, a dor é parte da vida.

Quando queremos evitar o processo de dor e luto da outra pessoa em troca de um bem-estar momentâneo, em longo prazo, existe o risco de quem passa pela dor ser menos responsiva às adversidades do cotidiano.

Fora que, ao querermos evitar a dor do outro, talvez estejamos falando a partir de nossa própria experiência em não saber lidar com situações de dor, desconforto, adversidade.

Ah, uma última coisa importante: não é errado querer evitar a dor. Porém, pergunte-se sempre de onde vem esse primeiro impulso de evitá-la. Para além da definição do certo e errado, busquemos ações conscientes.

O que este quadrinho desperta de aprendizado em você? Conta pra gente nos comentários!

5 1 voto
Avalie esse texto
Deixe seu comentário e interaja com a gente!
Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas mídias sociais!
Compartilhe
Sergio Luciano

Sergio Luciano

Sou um dos fundadores da Colibri. Intrigado pela complexidade das relações de poder e privilégio numa sociedade, tenho me aprofundado nesse tema pelo olhar Processwork, uma abordagem terapêutica derivada da psicologia junguiana voltada para mediação de conflitos, facilitação de grupos e autoconhecimento. Também investigo e compartilho sobre comunicação não-violenta e atendo organizações e pessoas físicas no Brasil e no exterior.
Assinar
Notificação de
guest
3 Comentários
Mais votado
Mais recente Mais antigo
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários