Jogue * Celebre * Conecte-se

E se a gente pudesse dedicar alguns minutos durante o encontro de Natal para se conectar profundamente com a família e amigos reunidos?

A Colibri acredita no poder das histórias para gerar conexão e conversas significativas. Por isso, preparamos duas atividades especiais com o Grok para você jogar nas festas de final de ano. Abaixo listamos as duas formas de jogar. Escolha aquela que mais ressoa com você e… BOAS FESTAS!

Ao final de um ano, imagino que muitas necessidades foram atendidas, né? Ou melhor, muitas coisas aconteceram com a gente. Vamos jogar e descobrir histórias bacanas sobre nosso ano?

Porém, não vai ser tão simples assim. Só valem histórias e/ou situações que ainda não sabemos uns dos outros. Ou que apenas uma ou duas pessoas do grupo já saibam.

Sorteie uma carta de necessidade aleatoriamente do baralho, clicando em virar cartas (se você está no celular, o baralho se encontra ao final da página). Assim que sortear, a pessoa conta uma situação ocorrida em 2019 onde esta necessidade foi atendida e que gostaria de celebrar. Se outras pessoas do grupo lembrarem de uma situação onde esta necessidade foi atendida para elas, podem compartilhar também. Assim, fazemos uma corrente de celebração que começou com a primeira história.

A próxima pessoa clica em embaralhar e depois em virar cartas sorteando numa nova carta aleatória e seguindo com o jogo.

Dica: se as pessoas gostam de usar o corpo e se sentem a vontade umas com as outras, combine de fazerem sons e movimentos ao final, para expressar como se sente com essa celebração. Essa é uma boa forma de explorar conscientemente sensações corporais nas interações que temos cotidianamente.

Encontros de família são um bom momento para celebrar a união. Ou, quem sabe, reatar relações um tanto desgastadas por conflitos que ocorreram ao longo do ano. Então, que tal um desafio para nos apreciarmos enquanto família?

Uma pessoa sorteia uma carta de necessidade aleatoriamente do baralho, clicando em virar cartas (se você está no celular, o baralho se encontra ao final da página). As outras pessoas da família (uma ou mais) precisam encontrar uma situação onde tiveram aquela necessidade selecionada atendida enquanto se relacionavam com quem sorteou a carta.

Ex: eu tirei “Diversão”. Então, as outras pessoas me contam situações onde tiveram a necessidade de diversão atendida interagindo comigo.

Peça para as pessoas serem específicas na situação. Também contarem como se sentiram. Assim, conseguimos ter clareza maior sobre o fato e como essa situação foi importante.

A próxima pessoa clica em embaralhar e depois em virar cartas sorteando numa nova carta aleatória, começando uma nova rodada.[/vc_column_text]

Selecione abaixo uma carta

Embaralhar
Virar cartas

Ainda não conhece o Grok?

O Grok é um jogo de cartas baseado na comunicação não violenta (CNV), abordagem desenvolvida pelo psicólogo americano Marshall Rosenberg e também conhecida como comunicação empática. Com formas de jogar engajantes, promovendo diversão, aprendizado e reflexão, ele nos ajuda a escutar os valores, necessidades, desejos, esperanças e sonhos uns dos outros; e a escutar a si mesmo para mais clareza e autoconexão.

Estas formas de jogar que listamos aqui são algumas das diversas possibilidades de uso do Grok. Adquirindo o jogo, você acessa um universo de possibilidades em constante expansão.